<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8293150\x26blogName\x3dRodrigues\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://rodriguesnanet.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://rodriguesnanet.blogspot.com/\x26vt\x3d2492733224236298334', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, outubro 27, 2005

Não estou para ninguém

Image hosted by Photobucket.com
Queluz, Julho de 2005

quarta-feira, outubro 19, 2005

Neura

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Outubro de 2005

terça-feira, outubro 18, 2005

S. em Paris

Image hosted by Photobucket.com
Champs Elysées, Outubro de 2005

sábado, outubro 08, 2005

Miko (para variar)

Image hosted by Photobucket.com
Alto do Lumiar, 8 de Outubro de 2005


O gato


Um gato, em casa sozinho, sobe
à janela para que, da rua, o
vejam.


O sol bate nos vidros e
aquece o gato que, imóvel,
parece um objecto.


Fica assim para que o
invejem — indiferente
mesmo que o chamem.


Por não sei que privilégio,
os gatos conhecem
a eternidade.


Nuno Júdice

terça-feira, outubro 04, 2005

Bicho

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Alto do Lumiar, 3 de Outubro de 2005

domingo, outubro 02, 2005

Miko

Image hosted by Photobucket.com
Alto do Lumiar, 2 de Outubro de 2005

Graças a ela

Image hosted by Photobucket.com
Alto do Lumiar, 28 de Setembro de 2005



Figura da casa


Ela sustenta a massa da penumbra
e é toda ela redonda como um mundo.
Tão contínua no espaço, luz da lua,
atmosfera tão íntima do amparo,
tão simples, tão tersa e tranquila,
primavera da alma imediata,
monotonia justa de água nua.
Ó perfeita seda concentrada,
adorável volume, e tão imersa
no imenso e no doméstico num acorde
de tesouros densos e suaves
que são todo o ser em fluência.
Graças a ela a casa tem espessura
de sombra e de silêncio e a transparência
de um universo, realidade amiga.
Ela avança entre as coisas e os sonhos
em dádiva incessante, tão humilde
que a harmonia se cumpre, absoluta.

António Ramos Rosa